Mestre Lagoa Henriques

 

<<<<<

"O grande problema do nosso tempo conciliar a tcnica com a tica, a esttica e a potica"

 

 

A Voz e os Passos

Eduardo Geada

 

O mido riscava o muro esboroado do velho bairro com um pedao de carvo tentando dar escala das letras que desenhava uma dimenso maior que a do seu prprio corpo. Suspenso no olhar, rosto aberto a uma alegria incapaz de conter, Lagoa Henriques seguia o trajecto da mo da criana como se dela nascesse o milagre da criao.

Era uma manh lmpida de Lisboa e estvamos a filmar o genrico de srie televisiva justamente intitulada "Risco inadivel". Lagoa Henriques descobria ento o fascnio do cinema, solicitado por mim a partilhar com a objectiva da cmara o entusiasmo contagiante da sua experincia e do seu saber. Cada dia de filmagens constitua para ns, para toda a equipa, um labirinto de descobertas, no s pelas alteraes que a cada momento Lagoa Henriques introduzia, no sentido de melhorar o trabalho, mas, sobretudo, pela curiosidade apaixonada com que se entregava de corpo e alma compreenso do que o cinema e a televiso podem fazer pela reinveno das pessoas, dos objectos, das tradies.

Pela noite fora preparvamos novos planos, muitas vezes caminhando pelas ruas onde depois iramos filmar. Havia na voz e nos passos de Lagoa Henriques a alegria e a inquietao das primeiras horas de um novo mundo. E dava comigo a pensar se aquele mido desconhecido que no princpio dos nossos filmes escreve no muro as palavras do ttulo no seria o prprio Lagoa Henriques transformado, por obra e graa da alquimia cinematogrfica, na eterna criana que desenha para aprender e aprende para ensinar.

 

Eduardo Geada, A Voz e os Passos, in O Risco Inadivel, o Caderno de Desenho, Jubileu do Professor Lagoa Henriques, Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, 1988, p.32.